Medo de empreender? Confira algumas dicas!

A incerteza e o medo são muito comuns quando alguém decide abrir um negócio. Para alguns, esse momento é muito temido. Esses sentimentos podem, inclusive, fazê-los perder grandes oportunidades de negócios. Empreendedores de vários segmentos e com diversos níveis de experiência enfrentam grandes dilemas quando decidem começar a empreender.

Então, como vencer o medo de empreender e enfrentar os desafios de ter um negócio? Neste post, vamos listar algumas dicas para ajudá-lo a ter sucesso no seu empreendimento!

Defina metas e evite o medo de empreender

Você deve definir metas e fazer um planejamento estratégico. São muitos detalhes para pensar e também diversos processos que precisam ser implementados. Portanto, você deve, primeiramente, avaliar qual tipo de negócio se enquadra, pois não adianta definir metas se você não estiver em um negócio que não tenha a ver com o seu perfil.

Depois disso, comece definindo os diferenciais competitivos que o seu produto ou serviço oferecerá ao mercado. Ofereça mais valor aos seus clientes em comparação com a concorrência. É muito importante ficar claro que no início pode ser que nem tudo saia de forma perfeita, mas isso auxiliará para que tudo se aperfeiçoe aos poucos.

Faça um planejamento detalhado

O planejamento é essencial para qualquer tipo de negócio e também funciona como ferramenta para afastar o medo de empreender. Se você tiver o seu negócio apenas na sua mente, tudo ficará confuso. Você deve fazer um planejamento bem detalhado de todo o projeto. Ao imprimi-lo, você terá um documento em mãos que servirá de auxílio na tomada de decisões.

Faça uma planilha de negócios colocando no fluxo de caixa o período que o negócio vai demandar capital de giro e também todos os custos pessoais que você tem. A melhor forma de controlar suas finanças e despesas futuras é montar uma planilha de gastos. Isso te dará mais segurança no planejamento.

Entenda os riscos

Riscos existem em qualquer negócio. Os erros fazem parte do aprendizado e não devem ser encarados como um fracasso decisivo. Ao contrário, eles devem servir de lição para que não sejam repetidos. Muita gente receia em ter seu próprio negócio por medo de algo dar errado ao longo do percurso. Se você está esperando as condições perfeitas para empreender, dificilmente as encontrará.

Busque aconselhamento

Outra dica muito importante é buscar o aconselhamento de profissionais que entendam do assunto e saibam como ajudá-lo em relação às dúvidas e possíveis soluções para seus problemas. Os maiores empreendedores têm alguém que eles consideram como grande conselheiro. Você, como empreendedor, pode escolher alguém que considere como um modelo a ser seguido. Além de aconselhá-lo, essa pessoa pode ser uma grande fonte de informações.

Ao tomar a decisão de abrir um negócio, analisar as mudanças com clareza faz com que você se sinta mais seguro. Vale lembrar que uma grande opção para minimizar o medo de empreender é dar continuidade a um negócio que está dando certo, como abrir uma franquia de uma marca já consolidada no mercado. Essa opção refletirá positivamente em seu planejamento e sua empresa já começará com credibilidade no mercado.

Em resumo, um bom plano de negócios é um ótimo ponto de partida para começar um negócio e perder o medo de empreender. Independentemente do tamanho de sua ação, aja! Para começar a empreender, você só precisa de um cliente. Os demais virão com o desdobramento do seu esforço e trabalho. E lembre-se sempre: uma vez no mundo do empreendedorismo, nunca deixe de investir em capacitação e gestão.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este post em suas redes sociais e mostre aos seus contatos que está por dentro das tendências do mercado!

Programa 5S

Programa 5S

Mais do que um programa, o 5’S é uma cultura que uma vez implantada dentro da empresa traz resultados magníficos em produtividade, organização, economia e uma série de benefícios.

Criado no Japão na década de 50 com o objetivo inicial de reestruturar o país pós-guerra, a tal “Cultura” deu tão certo que logo foi levada para o ambiente fabril onde vem se profissionalizando cada vez mais.

O termo 5´S origina-se de palavras que em japonês começam com a letra “S”, e tem como objetivo melhorar a qualidade de vida das pessoas, diminuindo os desperdícios, reduzindo os custos e melhorando o bem-estar do funcionário e por consequência a produtividade da empresa.

Mas apenas a teoria não basta, na prática é ele que torna um diferencial dentro da empresa.

Com base nestes estudos, nós da Consulting Now temos uma ferramenta para o controle total de implantação, execução e avaliação deste programa, o famoso GEMBA WALKING. Ferramenta muito dinâmica que envolve equipe e empresa dentro dos mesmos objetivos.

Entre em contato com um de nossos consultores e saiba mais sobre o programa de implantação do 5’S e outras ferramentas de gestão.

Saiba o que é preciso para trabalhar com consultoria empresarial!

Os serviços de consultoria empresarial têm sido considerados uma solução segura para diversas tomadas de decisões de um empreendedor ou da empresa que comanda. Eles existem no mercado desde o início do século XX e, por meio da aplicação de técnicas e metodologias, aliam a teoria e o know-how (experiência) do consultor para apresentar soluções práticas, financeiramente viáveis, autossustentáveis, enfim, conforme se deseja.

A finalidade do serviço é montar uma estratégia para alcançar o que o cliente almeja. Sendo assim, é o próprio cliente quem define o que ele quer alcançar — seus objetivos, suas necessidades, quanto tempo estará disponível para o negócio, os recursos humanos e financeiros que dispõe etc.

Fazer consultoria pode não ser tão simples quanto se pensa. O profissional tem que garantir que o negócio seja capaz de seguir os melhores caminhos para alcançar a meta e, a partir disso, contribuir para que a equipe consiga trabalhar até obter esses resultados. É preciso ter muito conhecimento para fazer isso.

Então, um consultor é sempre uma pessoa experiente e com larga formação acadêmica? Não! Um jovem líder pode ser um consultor empresarial e se dar muito bem. Ficou interessado? Continue a leitura e entenda como funciona o serviço de consultoria empresarial e como entrar nesse mercado.

1. Trabalhando com consultoria: como ocorre a contratação e como é o trabalho do consultor

Acompanhe essa leitura e veja se você consegue se ver trabalhando como um consultor. Se achar que é bom nisso, vai ficar animado com uma dica imperdível ao final.

O processo de contratação de uma consultoria se inicia com a apresentação entre os contratados, a negociação dos termos do contrato, a coleta de informações gerais, o diagnóstico e a elaboração de um “plano de ação”, sempre considerando o acompanhamento da sua execução, uma eventual revisão ou reavaliação do plano, a conclusão e o monitoramento por um determinado período.

Primeiro o consultor identifica o que o cliente deseja, imaginando o que será preciso fazer para alcançar aquilo. Então, ele verificará se os requisitos de execução estão claros e são atingíveis, isto é, se a meta do empreendedor é plausível. Para isso terá que buscar o conhecimento sobre a empresa (ou sobre o empreendedor) e o contexto de atuação do negócio.

Em outras palavras: quem está responsável pela consultoria realizará estudos sobre a situação interna – verificando as possibilidades financeiras, a disponibilidade de recursos humanos, os custos de manutenção de equipamentos e estruturas e, também, sobre a posição em que a empresa se encontra em relação às outras no mercado de atuação.

As informações podem estar nos balanços, demonstrativos e em outros relatórios de sistemas utilizados pela empresa contratante. Outra fonte importante e decisiva esse processo, provém da troca de experiências entre os envolvidos na gestão estratégica da organização e o consultor, para entender as dinâmicas, os fluxos de procedimentos e, principalmente, a cultura organizacional.

A partir do diagnóstico da situação individual e em cenário, o consultor irá pensar em soluções personalizadas para atender ao que lhe foi solicitado, ou de um novo empreendimento ou de uma reestruturação, de forma segura.

O trabalho é muito interessante e existe bastante mercado para a atuação com consultoria empresarial, como se ver a seguir.

2. O mercado promissor da consultoria empresarial: as empresas sempre precisarão do olhar imparcial de um consultor

A expectativa de implementação de mudanças pode gerar ansiedade e prejudicar o alcance do resultado desejado. Mesmo que o empresário tenha condições técnicas e uma certa experiência para avaliar uma circunstância pela qual está passando atualmente e mensurar os riscos e os custos da implementação de um projeto novo, ainda assim seria mais apropriado confiar numa equipe de consultoria.

Considerando que o dono do negócio é o mais interessado em acertar na escolha e no momento certo de fazê-la, existe a possibilidade de que os sentimentos e convicções pessoais atrapalhem a elaboração dos diagnósticos, ou até mesmo que reflitam nos relatórios de forma a produzir um resultado tendencioso, com mais idealismo do que ciência.

Se isso ocorrer, os riscos de prejuízo e de não atingimento das suas próprias metas aumentam e o ideal para evitar isso seria o uso da consultoria empresarial. O serviço proporciona um diagnóstico com visão neutra sobre os rumos que o seu empreendimento pode tomar e isso é uma vantagem na elaboração do projeto a ser implementado.

As consultorias empresariais não são iguais. Há diferentes abordagens para diferentes tipos de problema e os serviços são personalizados e adaptados a cada caso. Pode-se dividir o campo do conhecimento em dois grandes grupos:

  1. Consultoria de Gestão ou por Processos, na qual se faz um diagnóstico e prescreve-se um tratamento para resolver a situação problema na gestão, na estratégia utilizada, nos principais processos, na qualificação da equipe ou nos sistemas de informação;
  2. Consultoria por Especialidade, quando o consultor atua como facilitador dos processos decisórios por dominar um assunto específico como, por exemplo, um consultor de cervejas ou operação de posto de combustível etc.

O “olhar de fora da caixa”, com isenção de pessoalismos nas decisões, dá ao consultor a vantagem da experiência com vário s clientes em diferentes situações. No mercado de atuação estão as micro e pequenas empresas, que conhecem o valor de uma consultoria, porém não conhecem consultores na sua região.

Neste sentido, para atender a esse mercado, uma boa opção poderia ser um consultor empresarial franqueado. Se a pretensão é empreender neste ramo, é altamente recomendável se informar. Existem no mercado algumas franquias com renome, que podem ser onerosas, não trabalham com metodologia eficiente e não fornecem o suporte necessário para um consultor iniciante ser capaz de entregar o resultado esperado dentro do prazo estipulado.

Você viu porque o campo da consultoria empresarial é um mercado promissor, agora veja como entrar nele com segurança.

3. Iniciar a carreira de Consultor como franqueado – sucesso garantido

Se a finalidade de uma consultoria é construir uma estratégia que será decisiva para o alcance de metas e de realizações pessoais dos empreendedores, ela deveria ser considerada sempre e ser realizada periodicamente.

Quando se pensa em uma consultoria empresarial, presume-se que algo importante precisa ser alcançado e que isso merece mais atenção e cuidado. Sendo assim, o profissional que terá a responsabilidade de acolher a demanda do cliente e entregar o melhor produto deve ser bem escolhido.

Em todo momento, as organizações precisam ser avaliadas, as pessoas repensam suas carreiras e procuram meios de viabilizar as mudanças e reestruturações necessárias — ou obrigatórias, tendo em vista as dificuldades de se manter vivo no comércio.

O modelo de franquia de negócios é bem-aceito no mercado por possibilitar ao empreendedor trabalhar com padronização e, com isso, otimizar os custos e os ganhos. Todo mundo já sabe que as franquias funcionam bem e trazem lucro, se forem implementadas corretamente.

Como estamos falando de ter sua própria empresa de consultoria, seria importante conhecer as opções existentes no mercado atual, pois a lista de franquias especializadas é grande e geralmente requerem altos investimentos. Não é o caso da Consulting Now.

A empresa de consultoria Consulting Now possui uma metodologia testada e aprovada em mais de 160 clientes, além de fornecer suporte de profissionais com ampla experiência e domínio na área de consultoria. Com isso, o consultor não precisa ter medo de falhar nos diagnósticos, ou na produção de relatórios, em nenhuma etapa, pois está resguardado por outros profissionais na matriz.

É uma organização que já tem domínio na área de consultoria e que conta com profissionais de alto nível, além de utilizar ferramentas modernas de elaboração de cada etapa dos projetos e do controle de resultados após sua finalização. Com eles o franqueado tem acompanhamento integral nos primeiros projetos até que esteja apto.

Se você pretende empreender uma grande mudança com segurança, entre em contato conosco.

ARMS

É muito comum encontrarmos empresas com ótimas estruturas, pagando bons salários e benefícios tentadores, e ainda assim deparamos com equipes desmotivadas e um alto índice de turnover. Na maioria dos casos o que mais desmotiva o funcionário é não saber exatamente para que foi contratado, quais suas metas, suas rotinas e suas prioridades.

“Batem” o cartão na hora exata, cumprem todas as regras impostas mas não conseguem enxergar sua importância dentro da empresa. Os mais acomodados vão “empurrando com a barriga” até porque estão recebendo pelo trabalho — sendo bem realizado ou não — mas os funcionários mais talentosos e comprometidos não aguentam esse dia a dia em modo automático. Com o passar do tempo sentem-se incomodados e consequentemente desmotivados.

Pensando nisso nós da Consulting Now, criamos uma ferramenta que direciona o funcionário de forma clara quanto as suas atribuições, rotinas e metas. Iniciamos com a implantação do funcionograma (organograma com funções) definindo atribuições macros e detalhadas, não deixando nenhum tipo de dúvida sobre seu papel dentro da empresa. Semestralmente avaliamos se o ARMS está sendo respeitado ou se ocorreu algum tipo de alteração nos parâmetros. E corrigimos quando necessário.

Entre em contato para conhecer essa e outras ferramentas pontuais que resolvem com sucesso os “vícios” que as empresas costumam incorrer sem perceber.

Por: Gleyson Lima – Gestor de Operações da Consulting Now

empreendedorismo no Brasil

Em contínuo crescimento desde 2011, o empreendedorismo no Brasil tem índices consistentes, que demonstram a importância do setor na economia do país. Em 2016, iniciar um negócio foi a opção de mais de 26 milhões de pessoas — 20% da população entre 18 e 64 anos —, segundo o Sebrae.

São mais de 48 milhões de empresários ativos no país. Quer saber mais sobre o cenário do empreendedorismo no Brasil e ter acesso a estatísticas que comprovam que empreender é um bom negócio? Confira este post de hoje!

Fatores que influenciam o empreendedorismo no Brasil

Quem resolve investir e abre o próprio negócio porque enxerga uma lacuna a ser explorada no mercado recebe a classificação de empreendedor por oportunidade. Esse indivíduo deseja ser independente e ter a possibilidade de ganhos expressivos.

empreendedor por necessidade, por outro lado, se vê sem alternativas e sem fontes de renda. Sua única saída, então, é trabalhar por conta própria, com a possibilidade de se estabelecer como empresário.

São muitas as circunstâncias que influenciam esses cenários e tudo depende do contexto. Ainda que a crise de 2014 a 2016 e o consequente desemprego tenha ligação com o empreendedorismo por necessidade, as oportunidades são encontradas por muitos novos empreendedores.

O levantamento do Sebrae de 2016 indica que, entre os empreendedores iniciantes, 57,4% deles são por oportunidade (mais de 15 milhões), ao passo que os que empreendem por necessidade representam 42,4% (índice que ultrapassa a marca de 11 milhões de pessoas).

Principais desafios de empreender no país

Depois de tomar a decisão de abrir uma empresa, muitos desafios colocarão o comportamento do empreendedor à prova. Assim, saber quais são os principais dilemas é importante para resolvê-los da melhor e mais rápida maneira possível.

De acordo com pesquisa da Endeavor, dentre as preocupações dos empresários, a gestão de pessoas é a maior delas. Desenvolver lideranças, recrutar e manter talentos têm sido tarefas árduas para os negócios.

A gestão financeira, o marketing, as vendas, a regularização e os procedimentos tributários estão na lista de pontos de atenção mais urgentes. Porém, ainda que não seja um caminho tranquilo, empreender ainda traz diversas vantagens — especialmente no setor de franquias. Saiba mais no próximo tópico!

Crescimento e oportunidade no setor de franquias

A franquia consiste na venda de um modelo de negócios já testado e consolidado a um novo empreendedor. Participar de uma rede traz benefícios como a força da marca desde o primeiro dia de atividade e o apoio contínuo prestado pela franqueadora ao comprador da unidade.

Entre 2013 e 2017 o setor já cresceu 27,5%. Desse percentual, 8% foi entre 2016 e 2017, quando o franchising terminou o ano com R$ 163.319 bilhões de faturamento, de acordo com a ABF.

Todos os segmentos de atividade obtiveram crescimento, com destaque para as atividades de “Saúde, beleza e bem-estar” (índice de 12,1% de crescimento no último ano), “Hotelaria e turismo” (9,7%)” e de serviços (9,2%), que contabilizam atendimentos B2B (business to business) — como é o caso das consultorias, por exemplo.

Conhecer esses e os demais índices trazidos no post deve ter motivado você a considerar o empreendedorismo, certo? Não deixe a crise frear o seu sonho de ter um negócio próprio — foque apenas nos resultados impressionantes apresentados pelo setor de franquias e coloque a mão na massa para realizar seus desejos!

Se você realmente considera essa ideia, comente no post sobre o que achou das estatísticas de empreendedorismo no Brasil! Queremos conhecer os próximos empreendedores de sucesso!

Com um modus operandi similar ao de uma consulta médica, nós da Consulting Now realizamos um diagnóstico empresarial minucioso em todas as áreas do seu negócio, buscando por melhorias e oportunidades (internas e externas), realizando estudos e análises comparativas ao segmento do mercado.

Desta forma simples e objetiva, conseguimos passar para os gestores uma visão lógica e transparente, tal qual um raio-X, de como está o negócio e onde ele pode chegar. Afinal, um diagnóstico detalhado também verifica potenciais que podem ser ativados e levar a empresa a alçar voos maiores.

Em pouco tempo conseguimos prescrever quais os procedimentos corretos devem ser aplicados e ainda acompanhamos a implantação durante a parceria e auxiliamos na gestão em todos os níveis.

Que tal fazer uma bateria de exames na sua empresa?
Entre em contato agora e saiba mais.

Por Wander Alves | Consultor Empresarial