O que você precisa para sair do emprego e empreender com segurança? Saiba aqui!

Se você está antenado em empreendedorismo, já deve saber que em 2017 foram criadas mais de 2 milhões de empresas, segundo a Serasa Experian. Além disso, mais de 78% das empresas abertas se classificam como MEI — os microempreendedores individuais.

Os maiores índices de novos negócios desde 2010 podem ser explicados pela baixa oferta de empregos formais e também devido à retomada do crescimento econômico, que vem impulsionando a saída de profissionais das empresas privadas rumo aos empreendimentos pessoais.

O setor de serviços ainda é o mais procurado por quem deseja ter o próprio negócio. Prova disso, é que o setor representou 66% dos nascimentos de empresas em fevereiro de 2018. Assim, se você tem o sonho de ter seu próprio negócio nessa área, mas ainda não tem certeza de qual é o momento certo de sair do emprego para empreender, continue lendo!

Preparação financeira

Um dos grandes receios de empreendedores de primeira viagem é o risco de deixar um emprego formal para viver do próprio negócio. Por isso, o mais importante antes de largar tudo para viver de um empreendimento é estar com as finanças bem organizadas.

Se você já planejou os custos do seu negócio, saiba que especialistas recomendam que você tenha uma reserva em caixa 3x acima do valor do seu investimento. Isso porque cada empresa tem seu prazo de retorno. Em um investimento em franquia, por exemplo, a empresa franqueadora estabelece um prazo médio para que o negócio comece a dar retorno. É fundamental ter uma ideia de quando isso ocorrerá com a sua empresa.

Caso você esteja juntando dinheiro há muito tempo, investindo ou tenha uma poupança, será melhor ainda, pois você começará o empreendimento sem dívidas relacionadas a empréstimos.

Perfil empreendedor

Um dos grandes sinais para descobrir se é a hora de sair do emprego para empreender é o autoconhecimento. Pode ser que você já tenha uma ideia do seu nível de preparo para o desafio que virá ao perceber que, como funcionário na empresa de alguém, suas ideias não serão aceitas e você não terá espaço para alcançar algum propósito desejado.

Também faz parte do perfil empreendedor ter pensamento estratégico, enxergar “fora da caixa” e analisar até mesmo a empresa em que você trabalha hoje. Qual é a sua visão sobre ela e quais são suas ideias para torná-la mais competitiva frente ao mercado?

Mesmo como funcionário, você transita entre departamentos, soluciona problemas, inspira colegas e além de tudo isso, está por dentro de tendências de mercado? Isso quer dizer que sua necessidade empreendedora está em alta e é hora de começar!

Se você ainda não está certo sobre as qualificações necessárias para ser um empreendedor de sucesso, fique tranquilo! Você pode desenvolver essas competências com mais estudo e um bom networking, que será fundamental para que você seja bem-sucedido.

Plano de retorno

Por mais que você esteja preparado para assumir todos os riscos e tenha tudo o que é preciso para o negócio dar certo, seja cauteloso! Isso vai garantir inclusive que você se sinta mais seguro em sair do emprego para empreender.

Sendo assim, mesmo que você esteja contando os dias para começar sua jornada empreendedora, não abandone seu emprego formal de maneira arrogante ou fechando as portas. Se você construiu bons relacionamentos, mantenha-os.

E mais, faça com que seu empreendimento seja notado. Construa uma rede de relacionamentos valiosa para demonstrar cada passo dado e cada resultado positivo obtido! Isso fará com que você seja considerado pelas pessoas da rede e tenha chances de retornar para a vida de funcionário caso queira.

Você já deve imaginar que sair do emprego para empreender pode ser o que seu negócio precisa para se expandir, principalmente se seu interesse é investir em uma franquia de prestação de serviços.

O tempo livre para dedicar-se integralmente é essencial para aprender com mais qualidade e garantir segurança nos próximos passos do empreendimento. Seu olhar e colaboração são imprescindíveis em cada passo da PME, afinal, são seus sonhos, propósitos e objetivos.

Gostou de nosso conteúdo? Curta nossa página no Facebook e receba em primeira mão nossos conteúdos sobre empreendedorismo e tendências de mercado!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *