Em um segmento de extrema concorrência, onde empresas faturam bilhões mas se veem obrigadas a disputar centavos quando o assunto é competitividade, a precificação surge como um divisor de águas, que pode trazer ou não o sucesso para uma organização.

Alguns pontos são fundamentais e devem ser levados em consideração:

• Estratégia e Estruturação – Apesar da importância, diversas empresas ainda não possuem uma estratégia de pricing definida, e tampouco um departamento dedicado exclusivamente para essa finalidade. É preciso entender que “preço baixo” é um dos pilares mais importantes neste segmento, e tudo se inicia a partir de uma estratégia bem desenhada, com metas realistas e pessoas dedicadas 100% a alcançar tais objetivos.

• “Mais Margem” e “Mais Barato” – Na sua grande maioria, os consumidores sabem quanto custa o óleo de cozinha, arroz e batata, mas não sabem exatamente qual o preço do balde, da vela ou da vassoura. O segredo desta mecânica, a grosso modo, consiste em ser competitivo nos produtos sensíveis aos olhos do consumidor recuperando o ganho nos itens ou categorias “menos perceptíveis”.

• De olho no mercado e suas oscilações – Observar o posicionamento de preço da concorrência, realizando pesquisas diárias a fim de encontrar oportunidades. É preciso estar competitivo frente aos players (igual ou mais barato), mas sem sacrifícios de margem desnecessários.

Estes são apenas alguns fatores que compõem a precificação inteligente e a Consulting Now detém todo o know how necessário para auxiliá-lo neste setor!
Para mais informações, entre em contato com a Consulting Now.

Por: Douglas Alves

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *